sábado, 22 de agosto de 2015

Passeio Antiguinho . Igreja da Graça 2 . Sepulturas . Jazigos . Lápides

 A Igreja da Graça é, também, o local do descanso eterno de Catharina Alvares Paraguassu e de Júlia Fetal, ambas em duas sepulturas riquíssimas em mármore com inscrições de época.  As duas estão na nave principal, logo ao lado do altar.
Catharina, a índia e mulher de Diogo Alvares Correa, o Caramuru e Júlia Fetal, a mocinha que foi morta com uma bala d'ouro.
Pelo chão de toda igreja, jazigos perpétuos muito antigos com lápides de inscrições ótimas para serem lidas, todas muito respeitosas, sentidas, chorosas, todas de um tempo em que os  mortos  queridos mereciam ser homenageados e reverenciados com um túmulo que atravessasse os séculos e séculos. E esses que estão lá realmente estão atravessando.




 Tem a sepultura de Catharina Paraguassu da parede e a do chão da igreja. Não entendi.




































2 comentários: