segunda-feira, 10 de junho de 2024

Veruschka em Salvador



 Veruschka veio a Salvador em novembro de 1967. Na época a "manequim" como se dizia, era uma das mulheres mais lindas, badaladas e fotografada do mundo. Tenho mil fotos de Veruschka guardadas - coladas - em antigos álbuns meus da adolescência. Eu adorava ela, adorava como ela se transformava com maquiagens e roupas incríveis e ficava outra, virava bicho planta...o fotógrafo Franco Rubartelli explorou a beleza de Veruschka à exaustão...sempre havia novas imagens da modelo nas bancas de revistas em fotos magníficas.

No filme Blow-up ela faz uma pequena participação, uma ponta que é, na verdade, uma aparição! Lindíssima, passa na frente da câmara, diz uma pequena frase e some de cena, mas não da nossa cabeça. Instante mágico de uma mulher de presença poderosa.

Perguntam a ela:  - Mas você não estava em Paris?

E ela responde: - Eu estou em Paris.

Essas fotos que estou colocando aqui eu arrastei do Facebook, encontrei por acaso e não resisti em postar aqui. Na primeira ela posa na casa de Jorge Amado e Zélia no Rio Vermelho, na época uma verdadeira embaixada da Bahia, quem era famoso ia na casa do famoso baiano e internacional escritor.

A segunda e terceira fotos tem Veruschka posando pro artista plástico e tapeceiro Genaro de Carvalho, baiano talentosíssimo e super badalado.

Bom, a Bahia sempre teve feitiço, encanto e charme, aliás, já teve bem mais!



sábado, 1 de junho de 2024

Uma Sumaúma Espetacular!!!


Esta Sumaúma, que é conhecida como A Rainha da Floresta Amazônica, fica na entrada na entrada da Estação da Lapa aqui em Salvador. Vivo louco querendo fotografá-la, pensando que, com a construção de novas vias de carros ou de ônibus, por aquele local tão movimentado, ela viesse a ser tombada, derrubada, posta no chão como qualquer arbusto, se é que se pode chamar um arbusto de qualquer, enfim, que fosse cortada como se nada significasse.

Consegui fazer a foto esta semana, um motorista do taxi deu uma parada e cliquei de dentro do carro, pois aquele lugar anda perigoso.

Essa Sumaúma é uma beleza. Pra variar, como todas da sua espécie, é imensa e surge à nossa vista como um monumento. Não sei se todas as pessoas que passam ali diariamente dão tanta importância à arvore ou por vê-la todos os dias se acostumaram, ficaram insensíveis e passam batidos por ela. Eu nunca fiquei indiferente a ela, aliás, naquele lugar tão feio, a Sumaúma se destaca e é pra mim, um deslumbramento, uma visão bela e refrescante numa cidade que está ficando tão pobre na sua cobertura verde.

Espero que se esqueçam dessa árvore, que nunca achem que ela incomoda e que, assim, continue ali, viva imensa e verde a Sumaúma da entrada da Estação da Lapa.



 

Resistindo!

domingo, 19 de maio de 2024

Detalhes de Arquitetura em Estilo Eclético em Salvador


Quando saio fico observando as ruas, as casas e o que restaram delas...a cada dia que passa os vestígios das decorações das casas do início do século XX estão mais escassos. Aquilo que eram detalhes marcando as posses dos seus antigos proprietários, hoje se revelam como detalhes daquilo que os atuais moradores se esqueceram de derrubar e ficaram lá porque não estão dando trabalho, não incomodam e existem ainda como restos, vestígios do passado próspero. Os detalhes de cimento prensado importados, que eu acho lindos, as conchas, vasos, bustos, flores, guirlandas, hoje são demais, excessos cafonas. Não custa nada derrubá-los. Os "confeitos de bolo" antigos ficam lá nas fachadas, solitários, aliás, em companhia dos "bolos" de fios da rede elétrica esperando a derrubada final, o seu fim.







 

sábado, 13 de abril de 2024

Caetano Veloso e Dedé Gadelha . 1967


O casal na praia de Amaralina, pra onde foram depois do casamento na Igreja de São Pedro em Salvador, novembro de 1967.

Dá pra ver atrás dos dois a vegetação de restinga que ainda havia naquela praia, hoje, a orla de Amaralina é circundada por um calçadão, não há mais mato algum, cimento só.

Antes de escanear essa foto, que está no livro Universo 1967, entrei no Google e vi muitas fotos de Caetano e Dedé naquele dia de praia, mas esta não tem, então, o blog Antiguinho está presenteando a todos com essa imagem exclusiva...inédita!

Será?????



 

quinta-feira, 4 de abril de 2024

Mademoiselle Coco Chanel


Imagem de Mademoiselle Chanel no livro Universo 1967 que reúne fotos e notícias que foram destaque naquele ano. Essa foto de Coco Chanel é o máximo. É linda e triste. Precisava posar com um leão empalhado para enfatizar que era a rainha da moda? Decididamente, não!
Mas, naquela época, a caça era permitida, matavam todos os animais e os colocavam em seus salões como troféus de caça e de poder.
A matança infelizmente ainda acontece, por maldade, ignorância e estupidez.
A imagem é o registro de uma época.


 

segunda-feira, 1 de abril de 2024

O Corvo e a Raposa


Do livro, Língua Portuguesa de João F. Pinto e Silva, edição de 1925, esta fábula clássica e linda de O Corvo e a Raposa, traduzida, escrita ou reescrita por Bocage. Adoro a história da raposa ardilosa no seu intento devorador e o corvo que se deixou iludir por tão inútil elogio. Adoro as falas do corvo e da raposa, kkkk.

 Ainda se aprende com as fábulas...

A ilustração feita para o texto aqui neste livro antigo e precioso é linda.