sábado, 11 de março de 2017

Carmen Mayrink Veiga e Reynaldo Loyo

 Jornal O Globo, coluna de Hildegard Angel, janeiro de 1996.

Reynaldo Loyo tinha uma coluna social no Jornal O Dia, do Rio de Janeiro, que era hilária. Língua ferina, Loyo sabia dirigir os seus comentários ácidos para aqueles ou aquelas que não simpatizava, mas quem ele gostava, como Carmen Mayrink Veiga, por exemplo, era um doce, um encanto. Meigo.
Espirituoso, fino observador, crítico e sempre com um humor que lhe era bem peculiar - não deixava nada passar barato - ler a coluna dele era garantia de risadaria certa. 
Infelizmente eu não guardei nenhuma coluna dele. Guardei coisas esparsas que até já coloquei aqui. Mas, de repente, se surgir um pacote misterioso dentro do maleiro, no fundo de uma gaveta, um pacote atrás de um pacote... kkkk , se eu achar, tomara, Reynaldo Loyo e sua engraçadíssima coluna renascem aqui.




Nenhum comentário:

Postar um comentário