segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Passeio Antiguinho 3 . Edifício Santo Amaro . Loja Spinelli

Um passeio antiguinho pela Carlos Gomes - Edf. Santo Amaro - onde funcionava, até há pouco tempo, a loja tradicional de aluguel de roupas, Spinelli.
A Spinelli tinha um bordão que ficou muito conhecido pelos baianos e que era sempre usado nas propagandas da loja: "Adão não se vestia porque Spinelli não existia."
Hoje, quem quer alugar roupas tem o Orixás Center e muitas outras lojas por aí, mas a Spinelli, já era. Adão está nu. Continua nu.
É mais uma loja, um estabelecimento que era tão a "cara de Salvador"  e que desaparece.








 E, passando hoje pela galeria do Edifício Santo Amaro - 09.04.2018, quatro anos após essa postagem aqui no blog -, percebi que o nome do alfaiate e nome da loja - SPINELLI - foi retirado da placa de acrílico luminoso que se via logo ao entrar na galeria do edifício. 
Mas esqueceram de retirar o ponto do i. KKKKKK que permanece lá na placa descascada.


"Vamos colocar os pontos nos is" E assim, o ponto ficou!


SPINELLI



Spinelli e o seu secretário e assistente, Irênio que, nos anos 60, também fazia parte de um programa de calouros na antiga TV Itapuã, vestido de diabinho. Quando o calouro não cantava bem o diabinho - Irênio fantasiado - aparecia e levava o aspirante a cantor ou cantora pra fora do palco. Era hilário! 
O programa chamava-se Céu ou Inferno.


Hoje, uma sombra.


A antiga marca pintada no chão retiraram também da antiga loja. Quando eu fiz a primeira postagem em 2014, a loja já estava fechada há muito tempo e o novo dono, é claro, fez as modificações que ele quis para montar a loja que fica hoje nas dependências da antiga Spinelli.
Spinelli é passado, passado de uma antiga e próspera profissão que era a de alfaiate - qual jovem hoje em dia pensa em se tornar alfaiate??? Nenhum. Mas, antigamente, era profissão rentável e havia vários deles em Salvador. E ganhavam muito dinheiro. Era a época das roupas feitas por encomenda. Hoje as roupas são compradas prontas.
O corredor da antiga rua da Misericórdia antigamente era todo de oficinas de alfaiates. Eu tinha um lá, Seu Edvaldo, que costurou pra mim durante muitos anos.
É isto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário