segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Tônia Carrero - Stela Simpson . Novela Água Viva . 1980 . 1


 Algumas fotos de Tonia em Água Viva, novela que tá sendo reprisada. Nem tem muita qualidade as fotos, mas não importa. Ela tá tão bonita nessa novela, o personagem é tão bom e ela faz tão bem que não resisto a fazer esses instantâneos. 
Acho Tônia excelente atriz e, é óbvio, belíssima! Talento e beleza. Sortuda!
Vi duas peças com Tônia aqui em Salvador. Em Quem Tem Medo de Virgínia Woof  deu um show junto com Raul Cortez. Os dois magníficos em um texto difícil que só mesmo dois ótimos atores pra fazer. A outra peça foi a Divina Sarah. Ambas as peças no Teatro Castro Alves. 
Na época de Virgínia Woof, levei minha mãe e uma amiga dela para verem a peça. Chegamos bem cedo e entramos pelo fundo do teatro (nessa época eu estava trabalhando por lá).  Deixei minha mãe e a amiga por ali e, depois, as duas me contaram que Tônia chegou com Raul Cortez. Raul cumprimentou as duas e entrou. Tonia parou e conversou com as duas e foi muito simpática com elas.
Minha mãe falou que ela era linda - novidade - ! As duas adoraram ver Tônia de perto, é claro!
Na época de A Divina Sarah, Tônia foi na casa de um amigo meu, diretor de teatro e eu e nosso grupo, conversamos por um bom tempo... Lembro que tomou um cafezinho. Depois, telefonou pra Nilda Spencer, atriz baiana, e combinaram de sair.
Nilda chegou e as duas saíram para a noite. Tônia era aquela coisa: de perto era muito mais bonita! Realmente arrasava, a pele, o jeito, a voz linda e macia, o corpo, gestos bonitos e finos, enfim, uma lady.







 Com Danton Jardim.

.




 Danton Jardim.













 Tônia e o cenário da casa de Stella Simpson, seu persnoagem na novela: veados, alces e renas e plumas e plumas na decoração moderníssima!!!













11 comentários:

  1. Gostei imensamente desta postagem e tomei a liberdade de reproduzi-la em minha página do facebook , co o seguinte comentário:

    **Achei esta bela coleção de fotos de Agua Viva neste blog. Linda Tônia.
    Matei um pouco a saudade e gostei muito das referências elogiosas à bela atuação de Tônia na peça A Divina Sarah e sua temporada em Salvador.
    Tive o prazer e o orgulho de ser diretora de produção e administradora para Tonia Carrero e Cecil Thiré durante a montagem e todas as temporadas desta peça no Brasil inteiro.
    As fotos sào lindas, mas tenho dois reparos ao texto:
    1 - Não era monólogo, Tônia e Cecil interagiam magistralmente em cena o tempo todo.
    2 - Penso que o blogueiro, quando relata que uma pessoa entra cedo no camarim e encontra Tonia "passando a roupa de cena", não se referia a um ferro de passar roupa, mas a alguma "prova da roupa de cena", ou um momento em que a atriz estivesse "passando a cena", em algum ensaio antes do espetáculo.
    Mas foi uma ótima lembrança esta homenagem.**
    Abraços,
    Maria Helena Araujo Nicolaeff

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Maria Helena, quero que me desculpe. Essa história de passar roupa não existiu. Devo ter confundido histórias antigas. Acabei de conversar com minha mãe e ela me disse o que está no texto do blog.
    Já fiz as correções! E o que realmente aconteceu está contado.Que maluquice!!! Ainda bem que passar roupa não diminui ninguém e nem ofende.
    O que me ficou na lembrança de A Divina Sarah foi Tonia, a imagem de Tonia, ela no centro do palco em uma cama ou sofá e dizendo o texto... Esqueci completamente de Cecil!!!
    Mais uma vez peço desculpas. Obrigado pelo acesso. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada, Jorge Santori, pela gentileza e rapidez de sua resposta, bem como pela presteza das alterações em seu texto. Ainda bem que lembrou-se da participação do Cecil, que foi competente e intensa. Tenho ainda a lhe agradecer esta belíssima coleção de fotos da Tônia, que guardarei com carinho. Abraços

    ResponderExcluir
  5. Prezado Jorge Santori,
    Hoje reencontrei este seu belo artigo e compartilhei novamente em minha página no Facebook. Um abraço, Maria Helena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Maria Helena. Tenho até que postar mais imagens - lindas - de Tonia.
      Abraços e muita saúde pra Tônia e todos nós.

      Excluir
  6. mhnicolaeff teve a gentileza de me mandar esse registro no se blog. Fiquei muito contente porque de outra forma não teria lido esse texto tão afetuoso e tão exato. Pelo que você diz, teve pouquíssimo contato com Tônia. É impressionante a precisão com que você analisa o temperamento dela. Parece que você conviveu anos com ela. Acho deliciosos, sempre, os pequenos (ou não tão pequenos assim) erros que a memória nos faz cometer. Já perdi a conta das cenas de algum filme ou peça que eu descrevi com todos os detalhes para alguém e anos depois, revendo o filme ou a peça, descobri que a cena que eu descrevi nunca existiu. Foi a minha imaginação querendo colaborar com o roteirista que fabricou uma cena inteira que nunca fez parte do filme ou da peça. No seu livro de memórias, Luis Buñuel fala sobre isso de maneira deliciosa. Segundo ele,existe a memória e a memória imaginada. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa lembranças de Tônia eu guardei comigo, não sei se quem estava junto a mim ainda lembra daquela noite ou mesmo se deram importância ao acontecimento...Da minha parte,como esquecer ter estado ao lado de uma Star autêntica???
      Obrigado pelo contato, senhor None. Tem um item aqui no blog só de Tônia.
      Abraços.

      Excluir
    2. A internet é um mistério insondável. Não faço ideia de como posso ter me transformado em "noneother". Quando enviei o comentário optei por entrar na rede como usuário do Google com o nome que uso lá: Leonardo Thierry, o mesmo nome que uso no Facebook. Nonother parece nome de espião do tempo da primeira guerra. Estou enviando esse comentário como "Conta do Google". Se sair "noneother" outra vez vou achar que é alguma coisa cármica.

      Excluir
    3. Pois é, Waitsfortherain...quem aguenta???

      Excluir
    4. Veja o nome que saiu, Leonardo!Piração!

      Excluir