domingo, 30 de dezembro de 2018

Ninette Van Vüchelen . Retalhos Paulistanos . 1988


Ganhei de presente de um rapaz que me vende livros usados este catálogo de exposição do Museu Lasar Segall da artista plástica e figurinista Ninette Van Vüchelen. Confesso que não conhecia a artista e nem o trabalho dela, para mim era uma total desconhecida. 
Fiquei tão deslumbrado olhando este catálogo que acho ter sido este o motivo de tê-lo ganho de presente...uau! que trabalhos lindos eram aqueles daquela mulher, e quem era ela, pelo amor de deus???
Fui ler o catálogo e fiquei sabendo que ela havia trabalhado com grandes nomes do teatro paulista e todos conhecidos, trabalhou em peças que estão na história do teatro brasileiro, esteve presente em grandes momentos do nosso bom teatro, trabalhou com os grandes diretores de São Paulo e foi do grupo do Teatro São Pedro, onde, com certeza, deve ter convivido com uma das minhas atrizes preferidas, Beatriz Segall.
O catálogo, tem a apresentação da exposição que aconteceu em 1988 em São Paulo, tem uma apreciação crítica e uma entrevista com Ninette onde ela fala sobre o tipo de trabalho que faz e sobre sua técnica em que utiliza o têxtil em recortes variados de tecidos. Aliás, essa técnica, essa maneira de trabalhar usando tecidos, aplicação, bordado eu adoro e não é  uma prática comum, é difícil fazer, executar as ideias tão bem e, mais difícil ainda, reconstruir paisagens urbanas conhecidas e tão prosaicas de São Paulo - a padaria do Bixiga que já fui algumas vezes - e de uma forma tão perfeita, bonita e poética, engraçada, leve e de muito humor. Espero que essas obras estejam, bem conservadas, pois o tecido com o passar do tempo se desgasta e é necessário manutenção.
Procurei coisas sobre Ninette no Google e achei algumas coisas sobre a artista, mas, as as obras não vi. Então, achei melhor escanear todo o catálogo e, assim, divido o meu prazer com os que aqui entrarem e que irão, com certeza, ficar fã dessa artista maravilhosa belga/brasileira que poderia estar mais lembrada e valorizada que é Ninette Van Vüchelen.




















2 comentários:

  1. Não conhecia essa artista! Imagino o deslumbre dessas obras pessoalmente! Se é que tenho imaginação para tanto...

    Gosto muito do seu blog, das coisas que escreve, nos apresenta, das que nos faz relembrar! Nunca havia comentado algo por aqui, mas gostaria de elogiar o seu ótimo trabalho nesse espaço (mesmo sendo em uma postagem do ano passado). Tô sempre por aqui, "dando uma olhadinha".

    Abraços de uma soteropolitana!

    ResponderExcluir
  2. Boa noite. Eu também não conhecia a Ninette e nem o trabalho dela, conhecia as peças de teatro nas quais ela foi a figurinista.
    Eu tô indo a São Paulo agora e pretendo procurar em museus as obras de Ninette. No MASP, nunca vi nada dela. Na Pinacoteca também não. Talvez tenha no museu Lasar Segall.
    Obrigado por gostar do blog, isto aqui é uma distração para mim, já que atualmente nós somos obrigados a ficar mais em casa pela insegurança e a violência da nossa cidade. Então... é brincar de blog!
    Um abraço.

    ResponderExcluir